Construindo um mundo melhor

Aldo Chiorato: uma criança, mas um herói de guerra

06/07/2016 00:00

A data, 9 de julho, Dia da Revolução Constitucionalista de 1932, foi transformada em feriado civil, marcando um dos principais episódios da história do Estado de São Paulo. De acordo com o chefe dos escoteiros do grupo Guayporé – que está prestes a completar seus 30 anos, Marcelo Costilho Jorge, a importância desse momento histórico está registrada em nomes de ruas, avenidas de cidades, monumentos como o Obelisco do Ibirapuera e principalmente no coração de quem carrega a história na memória.

Como para o escotismo, a grande participação dos escoteiros na Revolução Constitucionalista de 1932, servindo a Cruz Vermelha Brasileira nos hospitais, nas atividades de logística, apoiando os homens na frente de batalha e entregando mensagens. Como o garotinho, Aldo Chiorato, de apenas 9 anos, aluno do Grupo Orozimbo Maia e um dos integrantes do Grupo Escoteiro Ubirajara, da Associação dos Escoteiros de Campinas.

No período, todo tipo de linha de comunicação fora derrubado e o único meio então eram as cartas. Como escoteiro da Comissão Regional de Campinas e agregado à Cruzada Escoteira pró-Constituição, o garotinho foi incorporado nas tropas paulistas, como mensageiro requisitado pelo coronel Mário Rangel. Pela sua vivacidade e simpatia, era grande a estima dos oficiais do Quartel General.

No auge da revolução, centenas de vidas já se haviam perdido e São Paulo resistia graças aos seus valorosos soldados e voluntários. Até que, em um desses ataques absurdos, em uma manhã do dia 18 de setembro de 32, Aldo é atingido por uma granada! Foram 13 estilhaços tirando sua vida. Treze são as listas na bandeira de São Paulo.

Marcelo se emociona, pois analisa: “Voltamos ao passado! Mesmo sendo uma criança ele já tinha essa consciência de democracia, de lutar por seus ideais. Bravamente, ele ali, morto, não largou seu embornal em que carregava as mensagens. Foi leal até a sua morte, a sua família, a sua terra, aos chefes escoteiros”, salienta Marcelo.

Exemplo

Marcelo enfatiza que para o escotismo, Aldo é o exemplo que todo escoteiro deve ter. “Ele era uma criança, mas era sabedor dos seus deveres e direitos. Se não tiver história, não existe sociedade, não existirão jovens com boa formação. É preciso manter a história viva, é preciso saber o porquê dessa data ser tão importante”, pontua o chefe dos escoteiros.

Fonte: https://www.imparcial.com.br/site/aldo-chiorato-uma-crianca-mas-um-heroi-de-guerra

Pesquisar no site

Contato

Grupo Escoteiro Guayporé Cidade da Criança - Casa do Escoteiro
Rodovia Raposo Tavares, S/N, Km 561,5
Presidente Prudente
19063-005
(18) 99770-3100 - Marcelo
(18) 99742-6371 - André
(18) 3909-1095 - Fernanda

Novidades

09/12/2017 00:00

Escoteiro Guayporé encerra as atividades do ano com Acamgrupo

O grupo Escoteiro Guayporé iniciou na tarde deste sábado, (09), o Acamgrupo, ação que tem por objetivo fortalecer e integrar todos os membros, além de proporcionar brincadeiras e momentos de reflexão para os participantes.   As atividades foram iniciadas às 13h com a Promessa Escoteira,...
15/10/2017 01:00

Grupo Escoteiro Guayporé revitaliza sede após trabalho árduo

O Grupo Escoteiro Guayporé 186/SP, de Presidente Prudente, revitalizou a sede após um ano de trabalho e celebrou a finalização do projeto com uma cerimônia neste sábado (7), que contou com a presença do vice-prefeito da cidade, Douglas Kato, do gerente administrativo financeiro do complexo...
07/10/2017 00:00

Guayporé entrega revitalização da Casa do Escoteiro e agradece parceiros

O Grupo Escoteiro Guayporé realizou a entrega da revitalização da Casa do Escoteiro neste sábado, (07). A solenidade contou com a presença do vice-prefeito de Presidente Prudente, Douglas Kato, do gerente administrativo financeiro da Cidade da Criança, Ubirajara Veneziani e de participantes do...
31/08/2017 00:00

Câmara homenageia centenário de Presidente Prudente com participação de escotista

A Câmara dos Deputados homenageou em sessão solene, nesta sexta-feira (25), os 100 anos de emancipação político-administrativa do município de Presidente Prudente (SP). O discurso foi feito por Marcelo Costilho Jorge, diretor presidente do G.E. Guayporé e presidente da comissão dos 100 anos de...
29/08/2017 00:00

Festival de Pipas: Para patrocinadores, evento foi "perpetuado"

O evento foi “perpetuado”. Essa é a declaração e impressão repassada pelos patrocinadores que apoiaram o 32º Festival de Pipas Raul Albieri, no último domingo. Apesar de ser uma realização de O imparcial, com a FCT/Unesp (Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade Estadual Paulista) e...