Construindo um mundo melhor

Aldo Chiorato: uma criança, mas um herói de guerra

06/07/2016 00:00

A data, 9 de julho, Dia da Revolução Constitucionalista de 1932, foi transformada em feriado civil, marcando um dos principais episódios da história do Estado de São Paulo. De acordo com o chefe dos escoteiros do grupo Guayporé – que está prestes a completar seus 30 anos, Marcelo Costilho Jorge, a importância desse momento histórico está registrada em nomes de ruas, avenidas de cidades, monumentos como o Obelisco do Ibirapuera e principalmente no coração de quem carrega a história na memória.

Como para o escotismo, a grande participação dos escoteiros na Revolução Constitucionalista de 1932, servindo a Cruz Vermelha Brasileira nos hospitais, nas atividades de logística, apoiando os homens na frente de batalha e entregando mensagens. Como o garotinho, Aldo Chiorato, de apenas 9 anos, aluno do Grupo Orozimbo Maia e um dos integrantes do Grupo Escoteiro Ubirajara, da Associação dos Escoteiros de Campinas.

No período, todo tipo de linha de comunicação fora derrubado e o único meio então eram as cartas. Como escoteiro da Comissão Regional de Campinas e agregado à Cruzada Escoteira pró-Constituição, o garotinho foi incorporado nas tropas paulistas, como mensageiro requisitado pelo coronel Mário Rangel. Pela sua vivacidade e simpatia, era grande a estima dos oficiais do Quartel General.

No auge da revolução, centenas de vidas já se haviam perdido e São Paulo resistia graças aos seus valorosos soldados e voluntários. Até que, em um desses ataques absurdos, em uma manhã do dia 18 de setembro de 32, Aldo é atingido por uma granada! Foram 13 estilhaços tirando sua vida. Treze são as listas na bandeira de São Paulo.

Marcelo se emociona, pois analisa: “Voltamos ao passado! Mesmo sendo uma criança ele já tinha essa consciência de democracia, de lutar por seus ideais. Bravamente, ele ali, morto, não largou seu embornal em que carregava as mensagens. Foi leal até a sua morte, a sua família, a sua terra, aos chefes escoteiros”, salienta Marcelo.

Exemplo

Marcelo enfatiza que para o escotismo, Aldo é o exemplo que todo escoteiro deve ter. “Ele era uma criança, mas era sabedor dos seus deveres e direitos. Se não tiver história, não existe sociedade, não existirão jovens com boa formação. É preciso manter a história viva, é preciso saber o porquê dessa data ser tão importante”, pontua o chefe dos escoteiros.

Fonte: https://www.imparcial.com.br/site/aldo-chiorato-uma-crianca-mas-um-heroi-de-guerra

Pesquisar no site

Contato

Grupo Escoteiro Guayporé Cidade da Criança - Casa do Escoteiro
Rodovia Raposo Tavares, S/N, Km 561,5
Presidente Prudente
19063-005
(18) 99770-3100 - Marcelo
(18) 99742-6371 - André
(18) 3909-1095 - Fernanda

Novidades

06/08/2016 00:00

Grupo de Escoteiro Guayporé retoma atividades após recesso

O grupo Escoteiro Guayporé 186 de Presidente Prudente, sediado na Cidade da Criança, retoma as atividades no amanhã, após seis semanas de recesso. A programação do segundo semestre será iniciada com o hasteamento da bandeira com a presença de todos os ramos escoteiros. De acordo com o Chefe...
06/07/2016 00:00

Aldo Chiorato: uma criança, mas um herói de guerra

A data, 9 de julho, Dia da Revolução Constitucionalista de 1932, foi transformada em feriado civil, marcando um dos principais episódios da história do Estado de São Paulo. De acordo com o chefe dos escoteiros do grupo Guayporé – que está prestes a completar seus 30 anos, Marcelo Costilho Jorge, a...
30/06/2016 00:00

MEU GRUPO EM AÇÃO! GE GUAYPORÉ 186/SP

Em comemoração aos 30 anos do Grupo Escoteiro Guayporé e como parte do projeto “Plante uma Árvore”, idealizado pelos Escoteiros do Brasil, cerca de 190 adultos voluntários, crianças e jovens dos ramos Lobinho, Escoteiro, Sênior e Pioneiro, realizaram o plantio de árvores frutíferas e nativas no...
30/06/2016 00:00

Meu Grupo em Ação! GE Guayporé 186/SP

Em comemoração aos 30 anos do Grupo Escoteiro Guayporé e como parte do projeto “Plante uma Árvore”, idealizado pelos Escoteiros do Brasil, cerca de 190 adultos voluntários, crianças e jovens dos ramos Lobinho, Escoteiro, Sênior e Pioneiro, realizaram o plantio de árvores frutíferas e nativas no...
18/06/2016 14:57

Escoteiros Guayporé realizam plantio de árvores para criação de um bosque

  Em comemoração aos 30 anos do grupo Guayporé e como parte do projeto “Plante uma Árvore”, idealizado pela União dos Escoteiros do Brasil, cerca de 190 escoteiros, entre chefes e lobinhos, realizaram o plantio de árvores frutíferas e nativas no Parque Ecológico Cidade da Criança no último...